ABAS

IAH

Você está em: HOME > Notícias

ABAS News

Reserva de água do norte Índia está se esgotando, diz estudo

Irrigação excessiva e a sede de milhões de pessoas estão fazendo com que as reservas de água do norte da Índia caiam dramaticamente, um problema que poderá levar à escassez, de acordo com estudo divulgado nesta quarta-feira (12).

O estudo surge num momento em que a questão da água tornou-se um problema político grave no país. O problema supera as divisões de classe, atingindo a todos, de moradores de bairros de elite cujas torneiras ficam vazias regularmente a fazendeiros pobres que precisam desesperadamente de irrigação.

A oferta de eletricidade gratuita a fazendeiros - que usam a energia para extrair mais água do subsolo - virou uma promessa comum para políticos em campanha. Isso, no entanto, apenas agrava o problema.

"Trata-se de uma questão de grande importância", disse K. Sreelakshmi, uma economista especializada em recursos naturais do Instituto de Energia e Recursos, ou Teri. Sreelakshmi, que não tomou parte no estudo divulgado nesta tarde pela revista científica Nature, destacou que pesquisas anteriores já vinham indicando perda de água no subsolo. O trabalho atual usa uma abordagem nova, valendo-se de dados de satélite.

"A questão é o que podemos fazer a respeito", disse ela. "Como recarregamos" o aquífero?

O estudo, encabeçado por Matthew Rodell, do Centro de Voo Espacial Goddard, da Nasa, indica que as reservas de água no subsolo de uma fração da Índia que vai de Nova Délhi até os cinturões agrícolas intensamente cultivados caiu a uma taxa de 4 centímetros ao ano entre agosto de 2002 e outubro de 2008.

A perda de água implícita nessa queda é mais que o dobro da capacidade do maior reservatório do país.

O estudo destaca que a perda das reservas de água ocorreu em anos onde não houve falta de chuvas para causar um declínio natural.

A região assiste a um enorme aumento no uso da água desde os anos 60. Parte disso é provocada pelo aumento da população, embora muito mais tenha sido causado pela chamada Revolução Verde, que aumentou dramaticamente a produção agrícola indiana - em parte, com a expansão do uso da água subterrânea para irrigação.

"Redução severa da água do subsolo está ocorrendo como resultado do consumo humano", concluem os pesquisadores em seu artigo para a revista.

O estudo baseia-se principalmente em dados do Grace - sigla em inglês para Experimento Climática e de Recuperação da Gravidade - um sistema de satélites lançado em 2002 pela Nasa e pelo Centro Aeroespacial da Alemanha.

O Grace permite que cientistas estimem as mudanças nos estoques de água do subsolo a partir de variações na gravidade terrestre.

(Fonte: Estadão Online)



Notícia publicada em 13/08/2009.








Copyright © - ABAS - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas