ABAS

IAH

Você está em: HOME > Notícias

ABAS News

Seminário Internacional Sobre Remediação e Revitalização de Áreas Contaminadas somente nos anos pares

Para melhor acompanhar o desenvolvimento das técnicas e dos trabalhos da área, o Ekos Brasil decidiu organizar seu Seminário Internacional sobre Remediação e Revitalização de Áreas Contaminadas a cada dois anos. Assim, a sétima edição do evento será organizada em 2010, e não mais em 2009 como tinha sido anteriormente anunciado. Segundo Ernesto Moeri, presidente do Ekos Brasil, “o Seminário de Remediação e Revitalização de Áreas Contaminadas tem proporcionado a especialistas brasileiros e internacionais uma grande oportunidade de discutir estudos de caso, abordagens temáticas, soluções e técnicas avançadas, e organizá-lo a cada dois anos foi a maneira que encontramos para torná-lo ainda mais robusto”. O Seminário Internacional Sobre Remediação e Revitalização de Áreas Contaminadas do Ekos Brasil tem colocado em contato ao longo dos anos especialistas da Alemanha, EUA, Suíça, França, Holanda, Canadá, Austrália e de vários países da América Latina, tanto dos setores público, quanto privado e da academia. O evento é referência nacional na discussão da revitalização de áreas degradadas por contaminação (brownfields) e na discussão de tecnologias de remediação de solos e águas subterrâneas, envolvendo hidrocarbonetos de petróleo (LNAPL), organoclorados (DNAPL), MTBE, PCB’s, dioxinas, pesticidas, metais pesados e outros. Estas características únicas se manterão e se aprofundarão com a decisão de organizá-lo a cada dois anos. Segundo Délcio Rodrigues, diretor executivo do Ekos Brasil, “a decisão de organizar o Seminário a cada dois anos também facilitará a cooperação com a ABAS, que neste ano de 2009 promove seu I Congresso Internacional de Meio Ambiente Subterrâneo, evento que acontecerá também a cada dois anos, mas nos anos ímpares. Assim teremos eventos anuais, com temas aproximados, mas características e público diferenciados”.



Notícia publicada em 27/07/2009.








Copyright © - ABAS - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas