ABAS

IAH

Você está em: HOME > Notícias

ABAS News

De onde vem a água que você bebe? Exposição interativa responde



Exposição “Venha Conhecer o Fundo do Poço – De onde vem a água que você bebe” acontece na Praça da Liberdade, na Savassi, em Belo Horizonte e faz parte da programação do XVIII Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas. Durante nove dias, população de BH terá oportunidade de conhecer tudo sobre a água subterrânea e a importância da água

Em outubro, as águas subterrâneas vão emergir na rotina da capital mineira. O XVIII Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas acontece de 14 a 17 de outubro de 2014, no Minas Centro, em Belo Horizonte. Além das discussões científicas e legais sobre a utilização, extração e o uso da água, o evento vai transpor os limites do pavilhão e estreará a exposição gratuita “Venha conhecer o fundo do poço – de onde vem a água que você bebe”, na Praça da Liberdade, na Savassi em Belo Horizonte.

A Exposição “Venha conhecer o fundo do poço – de onde vem a água que você bebe”, aberta para visitação de 11 a 19 de outubro irá muito além da economia ou desperdício da água, já que a distribuição não é igual para todos. Realizada em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, o visitante vai descobrir a importância da água para a vida e história dos povos.

Ela terá apelo ao humanístico. “É necessário lembrar que existem pessoas ao redor do mundo sofrendo com a falta de água. E, necessário refletir também, sobre o que queremos para o futuro. Futuro não apenas nosso, mas de todo ser humano. Uma sociedade justa não se constrói pensando somente em beneficio próprio, mas no bem de todos”, completa o autor do projeto, Rodrigo Cordeiro, da Acqua Consultoria, empresa realizadora do congresso da ABAS.

Aberta a todas as idades, a exposição contará com elementos lúdicos de fácil compreensão das crianças. Está dividida em quatro momentos:

A questão da água – Abundância ou Escassez? – será representado através de globo com o mapa mundi e na sequência simulado como se toda água do planeta coubesse numa garrafa de um litro. Feitas as reduções da água salgada, daquela retida na atmosfera e no solo, perceberão que sobra muito pouco e do que sobra, 97% da água é subterrânea.

O Ciclo Hidrológico – os visitantes assistirão a um lúdico teatro com três atores, o professor e dois alunos, o Joãozinho e o Pedrinho. Na lousa o professor insistirá em lembrar o ciclo hidrológico, algo que os alunos já tinham visto no passado. Mostrará então, mesmo tendo que responder às perguntas mais inusitadas do Joãozinho, onde está a tal água subterrânea, como os aquíferos se recarregam e discutirão outros assuntos que temos certeza ser a dúvida de muitos pais e crianças.

Perfurar um poço é legal! – nesta terceira fase, os visitantes se depararão com os principais equipamentos utilizados para perfuração de poços e extrair a água subterrânea. Entre os equipamentos expostos, terão: perfuratriz (máquina de perfuração), bomba, fluido, filtro, tubo, broca/ bits, câmera de perfilagem geofísica.

Na transição deste terceiro para o quarto momento, os visitantes serão abordados por outros dois atores, que representam o bom e o mal perfurador. O mal perfurador sempre tentando arranjar cliente com o argumento do preço, enquanto que o bom perfurador explicará que perfurar poço exige conhecimento, deve ter um geólogo responsável, tecnologia adequada, obediência às normas da ABNT etc.

Perfurei o poço e encontrei água! – depois que a água subterrânea sai do poço seu destino passa a ser utilizada sob o nome de água. A última parte da exposição será montada no formato de supermercado, com prateleiras onde abaixo do produto terá uma placa descrevendo onde a água subterrânea se fez presente no processo produtivo. Os produtos expostos serão água mineral, garrafa ou lata de cerveja, frutas e verduras, entre outros.

Em todos os produtos expostos haverá o selo “Aqui tem Água Subterrânea”, que as crianças receberão ao término de sua visitação na exposição.

De acordo com Rodrigo Cordeiro, desde que foi pronunciada a expressão desenvolvimento sustentável, houve-se falar em soluções capazes de garantir o futuro com discursos sobre sustentabilidade e meio ambiente. “Mas, de qual futuro estamos falando e para quem? É difícil acreditar que ele existe para poucos”, questiona.

Rodrigo lembra que aliada à falta de água no mundo, existe a falta de solidariedade e humanismo. “Por isto, a função desse projeto é contribuir para a formação de cidadãos conscientes, capazes de decidir e atuar diante da realidade. É necessário mais que informações e conceitos, mas atitudes que serão vivenciadas na prática cotidiana de cada um”, finaliza.

Exposição “Venha Conhecer o Fundo do Poço – De onde vem a água que você bebe”
Quando: 11 a 19 de outubro – das 9h30 as 17h30
Onde: Praça da Liberdade, na Savassi, em Belo Horizonte
ENTRADA GRATUITA

SERVIÇO

XVIII Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas
XIX Encontro Nacional de Perfuradores de Poços
FENÁGUA – Feira Nacional da Água
Data: 14 a 17 de outubro de 2014
Minas Centro, Belo Horizonte (MG)
Realização: ABAS – Associação Brasileira de Águas Subterrâneas
Patrocínio: ANA – Agência Nacional de Águas, Vale, CPRM, Eurofins, CAPES, dentre outros.

www.abas.org
www.abas.org/congresso/index.php
Fanpage: www.facebook.com/abas.sede?fref=ts

Informações para a imprensa
Timepress Comunicação Empresarial | (11) 5585 9787
Cristina Bighetti cristina@timepress.com.br
Santelmo Camilo santelmo@timepress.com.br
Marcelo de Trói marcelo@timepress.com.br
www.facebook.com/timepresscomunicacao
Siga a Timepress
:
@timepressCOM



Notícia publicada em 19/09/2014.








Copyright © - ABAS - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas