ABAS

IAH

Você está em: HOME > Notícias

Notícias

Empossada nova diretoria da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas

A nova diretoria da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas (Abas), núcleo Ceará que é composta pelos Estados do Maranhão, Piauí e Ceará, foi empossada, na quinta-feira (30 de agosto), no auditório da sede da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema).

O presidente da Caema, engenheiro João Reis Moreira Lima e outros colaboradores participaram da solenidade de posse do presidente, geólogo Carlos Borromeu de Passos Vale; Primeiro Vice-Presidente, administrador Antônio José Araújo; Segundo Vice-Presidente, geólogo Marcos Melo; Secretário Geral, empresário Walbert Pinheiro Filho; Secretário Executivo, empresário Hélio de Jesus Batalha e o Tesoureiro, geólogo José Guilherme Santos Matni.

A Abas é uma instituição privada, sem fins lucrativos, fundada em outubro de 1978. O principal objetivo da entidade é a exploração racional de um recurso que a cada dia tem seu valor renovado, que é água subterrânea. A entidade está sediada São Paulo e, conta atualmente com mais de mil membros em todo o país.

Além da exploração racional de água subterrânea, a Abas tem por finalidade congregar entidades, técnicos e simpatizantes interessados em estudo, pesquisa, tecnologia, preservação e desenvolvimento de águas subterrâneas; manter intercâmbio e cooperação com sociedades congêneres e com entidades públicas e privadas, cujas atividades se relacionem com águas subterrâneas; promover e divulgar estudos, pesquisas e trabalhos de qualquer natureza, que se refiram às águas subterrâneas através de publicações e noticiários; realizar congressos, simpósios, seminários e conferências com o propósito de difusão de trabalhos técnicos; constituir comissões e promover reuniões específicas para análise e debate de assuntos que se relacionem com águas subterrâneas; estudar e propor aos órgãos apropriados os procedimentos, normas, padronizações, regulamentos e legislação de interesse para o desenvolvimento e a preservação das águas subterrâneas.

De acordo com o novo presidente da Abas, geólogo Carlos Borromeu, o Maranhão está passando por um momento importante, onde está sendo iniciada uma Política de Recursos Hídricos, que inclui, a regularização do Conselho Estadual de Recursos Hídricos; expedição de outorgas; aprovação das leis de águas superficiais e das águas subterrâneas e, ainda, com a criação dos dois primeiros Comitês de Bacias Hidrográficas do Munim e do Mearim.

Carlos afirmou, também, que buscará uma parceria, no sentido de contribuir com o Estado, pois este é um momento de mobilização pela regulamentação e implantação de políticas públicas que visam salvaguardar os recursos hídricos.

"Sinto-me no pleno exercício de minha cidadania, dando voluntariamente minha contribuição em busca da sustentabilidade, porque este é um momento especialmente importante para o Planeta Terra que chega aos sete bilhões de habitantes. Por isto as futuras gerações precisam de nosso trabalho agora, para que não falte água potável nos próximos anos", disse o presidente que pela primeira vez assume a direção da entidade.

Fonte: JusBrasil / Política



Notícia publicada em 05/09/2012.








Copyright © - ABAS - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas