ABAS

IAH

Você está em: HOME > Notícias

Notícias

Inea multa parque aquático em Vargem Grande por pirataria de água

O parque aquático Rio Water Planet, em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio, foi autuado e multado nesta sexta-feira  por utilizar em suas piscinas água de poços artesianos sem a outorga do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Ao todo, estavam sendo captados ilegalmente cerca de 40 mil litros de água por hora, o equivalente a quatro caminhões pipa.

Outorga é instrumento por meio do qual o Poder Público autoriza o usuário a utilizar águas de seu domínio, por tempo determinado e em condições preestabelecidas. A multa a ser paga pelo parque pode chegar a R$ 1 milhão.

 Segundo o secretário do Ambiente, Carlos Minc, os poços artesianos foram lacrados até que a situação seja regularizada junto ao Inea. "Pirataria é crime, e os piratas da águas serão punidos. Vamos continuar fiscalizando para evitar o desperdício e a contaminação desse bem tão precioso e que deve chegar a todos", disse.

 O coordenador da operação, José Maurício Padrone, da Coordenadoria de Combate aos Crimes Ambientais (Cicca), da Secretaria do Ambiente, disse ainda que o Rio Water Planet foi notificado por não ter a sua rede de esgotamento sanitário conectada à da Cedae.

"O parque terá 30 dias para fazer sua conexão com a rede da companhia, sob pena de ser multado novamente", disse Padrone.

 A operação foi realizada em parceria entre o Inea, a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) e o Batalhão Florestal.



Notícia publicada em 01/10/2011.








Copyright © - ABAS - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas