ABAS

IAH

Você está em: HOME > Notícias

Notícias

Hospital Cirurgia terá de adequar rede de água

Existem quatro poços artesianos instalados no Hospital Cirurgia sem autorização para o uso, além disso a água é misturada com a água tratada da Deso

Uma audiência no Ministério Público Estadual foi realizada na manhã desta quinta-feira, 30, para abordar a existência de quatro poços artesianos instalados no Hospital Cirurgia, em Aracaju (SE), sem autorização para o uso. Além disso, a água dos poços não possui sistema independente da água que chega tratada pela Deso, o que pode ocasionar uma contaminação. O hospital terá um prazo de 60 dias para se adequar.

De acordo com o geólogo da Superintendência dos Recursos Hídricos, João Carlos, o aquífero onde é captada a água para os poços no Hospital Cirurgia é muito superficial e está sujeita à contaminação.

"Notadamente pela existência ao redor do hospital de posto de combustível e muitas residências, muitas vezes, uma análise físico-química e bacteriológica da água pode estar dentro dos padrões, mas isso não é suficiente para detectar outros parâmetros de contaminação possíveis", destaca.

A Vigilância Municipal afirmou que todas as amostras de água colhidas estão dentro do padrão. Segundo o diretor do Hospital de Cirurgia, Gilberto dos Santos a água colhida pela Vigilância Sanitária à época era somente da água de poço, vez que o Hospital, até março de 2011, utilizava somente a água dos poços. "A partir desse mês passou também a utilizar a água da DESO", conta.

O Hospital de Cirurgia terá um prazo de até 60 dias para realizar as reformas necessárias para implementação do projeto de individualização dos sistemas de abastecimento da rede pública.



Notícia publicada em 01/07/2011.








Copyright © - ABAS - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas