ABAS

IAH

Você está em: HOME > Notícias

Notícias

Poços artesianos livres de gasolina?

Os poços artesianos são uma solução encontrada por quem sofre com a falta de água para contornar a deficiência no abastecimento. No Recife, segundo a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), existem cerca de 4,6 mil poços com autorização para funcionar. Mas o que parece ser uma fonte segura e interminável desse recurso precioso pode ser o elemento de uma equação perigosa que põe em risco a saúde da população. Um estudo divulgado em 2009 pelo Instituto Tecnológico de Pernambuco (Itep) mostrou que 80% dos poços da Região Metropolitana do Recife (RMR) haviam sido contaminados por gasolina proveniente do vazamento de tanques de postos de combustíveis. O problema tem sido monitorado e combatido pelos órgãos fiscalizadores, mas não é algo fácil de ser detectado. Pelo menos, até agora.


Clique aqui para ampliar
Um invento tecnológico criado pelo professor do curso de Mecatrônica do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) Elson Miranda Silva é capaz de dar mais rapidez e precisão a esse diagnóstico. O sensor consegue apontar se a água do poço está ou não contaminada por gasolina em poucos segundos, mesmo que a quantidade do combustível presente na água seja pequena. O detector de contaminação foi desenvolvido durante a tese de doutorado em Engenharia Mecânica concluída pelo professor em outubro do ano passado na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

A principal vantagem do dispositivo é que ele consegue detectar a gasolina na água no momento da contaminação. Segundo o pesquisador, hoje, os métodos disponíveis para essa finalidade são demorados e, geralmente, são aplicados quando o problema já está agravado. ´A técnica mais difundida é a análise química da água. Mas até que isso seja feito leva um bom tempo. Antes, é preciso desconfiar que está havendo contaminação, o que pode ser sugerido pelo aparecimento de algum sintoma de doença em alguém que consumiu a água poluída`, explicou. Com o sensor, se uma quantidade de uma colher de sopa de gasolina entrar em contato com a água do poço, é possívelsaber que houve contaminação cinco segundos após esse episódio. ´Sem dúvida, é algo que facilitaria bastante o nosso trabalho. Se encontramos um poço contaminado perto de um posto de combustível, podemos monitorar de perto esse posto e apertar a fiscalização`, ressaltou a analista ambiental da Secretaria de Meio Ambiente do Recife Edilene Rodrigues.

Riscos à saúde

A água contaminada por gasolina oferece sérios riscos à saúde. De acordo com Elson Miranda, o combustível possui substâncias tóxicas que prejudicam o sistema nervoso central e podem provocar cânceres, como a leucemia. Ele afirma que poços que ficam perto de postos de gasolina estão mais expostos ao problema, pela proximidade com o foco da contaminação. A aposentada Sônia Maria Vieira, 66 anos, mora num condomínio no bairro da Torre, no Recife, que utiliza água de poço e é ladeado por dois postos de combustíveis. ´Confio na água daqui porque ela é analisada duas vezes por ano. Mas, sabendo desse risco, acho que valeria a pena consultar os donos dospostos para saber se há algum vazamento. Não custa nada cuidar da saúde`, disse.

"Confio na água daqui porque ela é analisada duas vezes por ano. Mas, sabendo desse risco, acho que valeria a pena consultar os donos dos postos` Sônia Vieira, 66 anos, que mora em um edifício que utiliza água de poço e é ladeado por dois postos de combustíveis

Notícia publicada em 30/03/2011.








Copyright © - ABAS - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas