ABAS

IAH

Você está em: HOME > Notícias

Notícias

Hidrogeólogos: em defesa da água

A geologia ambiental estuda a interação do homem com a Terra, seu uso e consequências. Os estudos conduzidos por geólogos na Área da Ciência da Terra são primordiais para melhoria da vida e manutenção dos recursos naturais existentes no Planeta. Nela, utiliza-se a aplicação da informação geológica para resolver conflitos, minimizando a possibilidade de degradação ambiental e maximizando a possibilidade de uso adequado do ambiente natural ou modificado.

A localização e remediação de plumas de contaminação em aquiferos é um destes trabalhos. Esta área alia a geologia com a hidrologia. Juntas, elas podem encontrar soluções para problemas de degradação ambiental por contaminantes químicos, como agrotóxicos, combustíveis, substancias químicas, resíduos do lixo ou outros. Um trabalho que é de extrema importância, já que a água é inerente a sobrevivência humana.

Entre os muitos e variados tipos de poluentes encontrados em áreas contaminadas, há uma predominância do nitrato, proveniente do esgoto não tratado e de derivados do petróleo, como BTEX (benzeno, tolueno, etilbenzeno e xilenos), sendo  os postos de combustíveis os principais agentes causadores da contaminação. Além destes, existem muitos outros contaminantes de origem industrial que podem provocar contaminações de dimensões muitas vezes superiores, com riscos associados bem elevados e com custos de tratamento significativamente elevados.

Para encontrar soluções para estes casos, os hidrogeólogos contam com uma ajuda fundamental em seu dia a dia, que é a tecnologia. Uma grande aliada destes profissionais em seu trabalho, já que com ela é possível, investigar, monitorar e remediar áreas degradadas. Os equipamentos disponíveis passam por melhoras significativas em seus sensores, softwares e outros, a cada dia que passa.

Atualmente existem equipamentos modernos, capazes de otimizar os trabalhos de avaliação e remediação de áreas contaminadas. Estes equipamentos possibilitam maior eficácia, com redução de tempo e custos.

Entre algumas das opções disponíveis para este mercado estão equipamentos de investigação de áreas contaminadas, projetados para trabalhos mais simples e práticos; equipamentos e produtos para remediação e biorremediação de água e solos; poços multiníveis e equipamentos especializados para a determinação das plumas de contaminação com relação ao fluxo, volume e direção do material contaminante; medidores de nível e interface, para medição da altura e volume da água e do contaminante; sistemas de monitoramento local ou telemétrico para nível d'água, vazão, amostragem e qualidade da água, entre outros.

Essas tecnologias visam facilitar a identificação dos pontos críticos de contaminação e o trabalho de remediação. Toda a instrumentação citada já se encontra disponível no Brasil para locação, venda e suporte.

 

* Mauro Banderali é especialista em instrumentação ambiental da Ag Solve - www.agsolve.com.br



Notícia publicada em 28/05/2010.








Copyright © - ABAS - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas